20 Anos de "Os Simpsons"

1

Lembro-me de ter visto um episódio dos Simpsons pela primeira vez em 1994, quando era exibido pela Rede Globo aos domingos. Provavelmente, se não me falha a memória e com a ajuda do box da quarta temporada-, era o episódio quatro “Lisa, a rainha da beleza”, no qual ela é eleita a “Miss Springfield”. A filha mais velha da família Simpsons havia ficado em segundo lugar no concurso, mas a vencedora morrera. É obrigada, ao assumir o seu posto de Miss, a participar de diversos comerciais de televisão contraditórios, como o de promoção de marcas de cigarros e de bebidas. Muito antes da crítica na linha do filme “Pequena Miss Sunshine” (EUA, 2006) ao universo de concursos de beleza mirins, este episódio faz uma crítica contundente a precoce transformação de crianças em adultos.

Ao longo das vinte temporadas, alguns episódios foram polêmicos-, trataram temas políticos e sociais de forma irreverente, o que causou a ira de diversos governantes-, dentre eles o do então presidente dos Estados Unidos George Bush (Pai), que “conclamou aos americanos um boicote a série”, por ser, segundo ele, “um insulto ao cidadão americano”-, se bem que a relação entre a família Simpsons e o “americano médio” é verossímil.

Outra polêmica se deu no décimo episódio da 13ª Temporada (2001-2002), no qual a família Simpsons visita o Brasil. O país é retratado de forma estereotipada, com macacos correndo pelas ruas do Rio de Janeiro e a Floresta Amazônica estando após o Morro do Corcovado. O episódio foi bastante criticado pelos nacionalistas-patrióticos, pois alegavam que deturpavam a imagem do Brasil. Mas em se tratando do “estadunidense médio”, essa é a visão imagética que possuem do país: falantes de espanhol, malandros latinos da Lapa, sambistas e pessoas que pensam com os pés (jogadores de futebol).

A polêmica e a crítica aos valores estadunidenses sempre foram elementos tratados no universo dos Simpsons. O interessante que o desenho a faz de forma peculiar, não perdoando seus cidadãos-, como também não deixando de fora as sociedades e culturas que gravitam em torna dela. Com o universo de Springfield, tem-se uma crítica contundente aos valores modernos promulgados, muitas vezes por armas em guerra-, pela sociedade estadunidense. Mesmo após vinte temporadas, cada uma se mostra fiel ao seu contexto de origem e atual no seu contexto anacrônico: podemos ver os episódios da Terceira Temporada (1991 - 1992), com as referências explicitas e implícitas ao seu contexto histórico e social, mas também atualizada-, assim como o presidente pai, o presidente filho também invadiu paises.

No entanto, o episódio que mais me agradou foi da sétima temporada (1995-1996) intitulado “Lisa vegetariana” que conta com a participação de Paul e Linda MacCartney. Macca tenta apoiar Lisa na decisão de ser vegetariana. Além da participação do ex Beatles; outras bandas como Sonic Youth, Smashing Pumpkins, White Stripes, Rolling Stones, The Who, e, até mesmo, Ringo Star (o Beatles predileto de Marge), participaram de episódios memoráveis. A série Os Simpsons possui uma qualidade inegável que transcorre pelos seus vinte anos de existência: Vida longa à Odisséia de Homer.

1 comentários:

Nanda Nascimento disse...

"Os Simpsons" é uma série mto boa, adoro, não me canso de ver os dvds em casa. Gostei mto de um episódio em que a Lisa recebe uma carta do Ringo depois de muuuuito tempo, rs.

Té mais.